Castração para Cães e Gatos


A castração é uma decisão muito importante para quem ama o animal, pois não é apenas uma questão de reprodução, mas também de saúde, prevenindo diversas doenças e problemas que os animaizinhos podem ter.

Hoje em dia é muito comum ouvirmos opiniões divergentes sobre castração. Muitos não sabem bem quais são as reais consequências dessa decisão. Por isso, fizemos um guia para explicar as mudanças que o procedimento causa, os tipos de cirurgia e como é o pós-operatório.

O que muda após a castração?
Se você não pretende optar pela castração do seu pequeno com outros cães para que ele tenha filhotes, o mais indicado é castrá-lo.

Castração de fêmeas
As mudanças são principalmente relacionadas à saúde:

  • Acaba o incômodo com o período de cio – o sangramento acontece de seis em seis meses;
  • Deixa de existir o risco de a cadela desenvolver tumores de útero e ovário, que são comuns. E diminui a chance de tumor nas mamas, especialmente se ela for castrada antes do primeiro cio (o momento ideal para realizar o procedimento é no quinto mês);
  • Evita que elas tenham gravidez psicológica, que pode ocorrer quando a cadelinha passa pelo cio mas não fica grávida;
  • Reduz o risco de piometra, um tipo de infecção grave no útero.

Castração de machos
As mudanças após a castração costumam ser mais aparentes em seu comportamento. Com a remoção dos testículos, a produção de testosterona é drasticamente reduzida. A castração diminui a chance de comportamentos como:

  • Demarcação de território com xixi, agressividade com outros cães e hábitos como “pegar” na perna das pessoas – especialmente se ele for castrado no primeiro ano de vida. O momento ideal para realizar o procedimento é entre o quinto e o sétimo mês, quando os órgãos reprodutivos terminaram de se formar.
  • O procedimento também reduz a chance de o cãozinho ter tumor de próstata.

Não se esqueça que é essencial você procurar uma clínica veterinária onde a cirurgia seja realizada com toda a segurança! Pesquise bem sobre o processo de anestesia, faça exames pré-cirúrgicos no seu cachorro e consiga todas as informações que puder do veterinário que vai realizar a castração. Tome todo o cuidado possível para garantir um procedimento tranquilo, indolor e benéfico para seu filho peludo.

Copyright © 2018 / 2019 - Instituto Eu Sou o Bicho CNPJ: 29.957.959/0001-00

Av. Alberto Byington, 2554 - Vila Maria, São Paulo - SP

× Como posso te ajudar?